sábado, 4 de junho de 2011

Intromissão




Um fraco sol de outono
Teima em clarear
Meu desejo de escuro.
Me faz levantar
Encarar o dia
Viver!


Intrometida estrela!
Queria tanto me esconder
Não atender o telefone
Não ligar a tv


Mas lá vem o sol
E , descaradamente, esclarece todo meu dia!

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Uma doce injeção de ânimo na sua poesia! Gostei!

    bj

    Catita

    ResponderExcluir
  3. A intromissão da luz na escuridão é sempre bem vinda. Ainda bem que há sol...

    Bom fim de semana

    Runa

    ResponderExcluir
  4. Gostei do texto! rs rs fs
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  5. Seu blog é muito interessante...
    Estou te seguindo.... Tenha um Lindo Dia!
    Siga meus Blogs: http://cartasdeumcoracao.blogspot.com/
    E http://deusemminhaalma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Ah! Vivas ao Sol que não permite a escuridão prevalecer!
    Que lindo poema minha amiga!
    Aplausos!!!

    Carinhos mil pra ti, viu?
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Lá vem o Sol e laburar é preciso amiga.Que tenha sempre uma linda inspiração nesta natureza e nesta coisa do cotidiano.Linda poesia.Bju de luz.

    ResponderExcluir
  8. Realmente, quando o dia amanhece, tudo parace melhor do que se foi ontem!
    Abraços e beijos

    ResponderExcluir
  9. é....tudo muda o tempo todo.


    adoooooooro!

    beijo

    ResponderExcluir