quinta-feira, 12 de maio de 2016

Aos 16!



Com dezesseis, enfrenta seus porquês. Quer respostas, quer experimentar. Arrisca-se, arroga-se, ensoberbece!  Sabe o que ninguém nunca soube. Seu caminho, com certeza será diferente de todos os outros.
Empina o nariz, responde com autoridade, briga com o vento.
Sabe, mas não sabe. Pensa que não, mas precisa...
O som alto disfarça a ansiedade, os amigos disfarçam  a solidão.

Envolvida numa interna guerra entre ser e querer, todos os caminhos estão diante de si. Todas as possibilidades. Aflige-se. Não quer ouvir ; grita!

Aos dezesseis, não se lembra mais da Alice do livro de capa dura e desenhos coloridos . Talvez agora seja a hora de saber  que  não afundará  nas próprias lágrimas e que a escuridão de agora é apenas passageira. O mundo tem um lugar que  lhe pertence, que está  lá à espera.
Menina, sofrer faz parte, mas não vá além do limite! A dor pode acomodar o espírito e aquecer nossa alma. Aprisiona.

Vai, menina, o camundongo só virará rinoceronte, se você permitir.   Feche esta porta e abra a outra. Só você pode fazê-lo.  

terça-feira, 21 de julho de 2015

Parceria






Ela esperava um mar de rosas
Ele o paraíso
Ela queria o príncipe encantado
Ele a garota da capa
Ele e ela diferentes
ele e ela juntos
meia dose de cada
dose inteira de amor

sexta-feira, 5 de junho de 2015

terça-feira, 7 de abril de 2015

Alternativa









Dos muitos caminhos,
Das muitas opções,
Dos milhões de sorrisos,
Dos vários rostos,
Do vozerio,
Do barulho,
Dos momentos vividos,
Dos momentos por viver,
Importa uma escolha:

A certa.